fbpx
Topo
 

Sped Fiscal: Os erros interferem na eficiência do sistema

sped-fiscal-iniciantes

Sped Fiscal: Os erros interferem na eficiência do sistema

Na gestão empresarial, a tecnologia é uma forte aliada. Foi pensando em facilitar a escrituração de processos de micro e pequenos empresários que o governo instituiu o SPED, Sistema Público de Escrituração Digital.

O Sped Fiscal é uma obrigação que faz parte do projeto SPED. Ele é um arquivo digital com objetivo de registrar as atividades de gestão financeira, contábil e tributária, de uma maneira geral, todas as operações que possam influenciar na apuração do IPI e ICMS.

 

Feito mensalmente pela empresa contribuinte, o Sped deve ser entregue no formato de arquivo digital que precisa se enquadrar ao Programa Validado e Assinador (PVA), que é fornecido para download pelo próprio Sped.

O Sped possui 3 vertentes. A EFD (Escrituração Fiscal Digital), a ECD (Escrituração Contábil Digital e a NF-e (Nota Fiscal Eletrônica).

 

Quais os erros mais comuns na produção do Sped?

sped-fiscal-erros-comuns

A Escrituração Contábil Digital tem o objetivo de substituir a escrituração física feita em papel. É uma espécie de versão digital para o Livro Diário, Livro Razão, Livro Balancetes Diários, Balanços e fichas de lançamento. O SPED traz atualizações legislativas constantemente, e por isso, é preciso ficar atento a possíveis erros de prazo, lançamento, entre outros na transmissão das informações.

 

Segundo o próprio site do Sped, ainda assim os erros acontecem com freqüência e entre os principais estão:

  • Não preenchimento de campos obrigatórios
  • Não informar o código do IBGE nos parâmetros da cidade
  • Cadastro de contador não responsável pelo período de apuração
  • Apuração de PIS e IRPJ não adequado as configurações da empresa
  • CST equívocos
  • Número da Nota de Entrada diferente do informado no campo Chave de Acesso
  • Combinação CFOP CST informada inválida

 

Porque fazer o Sped?

sped-fiscal-porque-fazer

O Sped é importante porque reúne de maneira simplificada toda a documentação necessária para os fiscos e elimina a escrituração física, feita em papel. Através dele é possível saber o que é vendido, para que é vendido e por quanto se vende.

Para o governo, o Sped torna a fiscalização menos burocrática e mais rápida. Para as empresas, o SPED elimina a necessidade de documentação escrita e armazenamento físico de documentos e simplifica a entrega de documentação para os fiscos.

O Sped Contábil é o recurso responsável por reunir todas as informações de gestão tributária, contábil e financeira de uma empresa. A instituição do SPED permite saber o que é vendido, para que é vendido e por quanto se vende.

Seja o primeiro a comentar

Postar um Comentário